Bom de Bola, Bom de Escola em Cuiabá é modelo de formação integral e humanização

Voltado para as crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, o programa tem chamado a atenção de municípios.

O Programa Bom de Bola, Bom de Escola, da Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME) e executado pelo Instituto para Desenvolvimento Econômico, Ambiental, Esportivo e Social de Mato Grosso (IDEAES), deve se transformar em breve, num modelo a ser seguido por munícipios de Mato Grosso.

Nesta terça-feira (18), vereadores do município de Juruena, no extremo norte de Mato Grosso, a 909 km de Cuiabá, visitou um dos quatro polos onde o programa é executado. O grupo se reuniu com o presidente do Instituto IDEAES, Mário Márcio Pécora, para conhecer in loco como funciona o programa seu desenvolvimento, rendimento e resultados.

A unidade do Bom de Bola, Bom de Escola, que funciona no CPA 4, no mini estádio João Pires Modesto JK, foi a escolhida para a visita. Os vereadores tomaram conhecimento do programa por meio das mídias sociais, que espalhou pelo Brasil, o modelo de trabalho adotado em Cuiabá, que foca a prática do esporte, objetivando com isso o crescimento do aluno, a partir da integração social, educacional e desportiva.

Outras cidades tem manifestado interesse pela proposta, o que para o presidente do IDEAES, Márcio Márcio Pécora, é um resultado gratificante para todo o ambiente do programa, uma vez que está sendo reconhecido e extrapolando as fronteiras do município. “Além de Juruena, algumas prefeituras do Vale do Rio Cuiabá estão interessadas, como Barão de Melgaço e Rondonópolis, que vem buscando mais informações do programa, e quem sabe no futuro, ver a proposta funcionando em seus municípios”, disse Mário Márcio.

O Bom de Bola, Bom de Escola foi retomado na gestão Emanuel Pinheiro e este ano, ampliou o atendimento para 800 alunos de 06 a 14 anos, da rede pública municipal de ensino, nas quatro regionais de Cuiabá, nos bairros Dom Aquino, Pedra 90, CPA e Coophamil. O programa é voltado para o futebol e o futsal, mas o que se busca é o resgate familiar e educacional de criança e jovens.

“Além de semear a paixão dos nossos alunos pelos principais times da cidade, o programa oportuniza os instrumentos para uma formação de qualidade, que alcance todos os aspectos da vida, por meio do fortalecimento emocional, físico e social das crianças. O prefeito Emanuel Pinheiro está investindo numa Educação inclusiva, de qualidade que promova o melhor rendimento escolar e uma verdadeira transformação para que possamos formar cidadãos íntegros”, destacou o secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos.

No último sábado (15), os alunos atendidos pelo programa participaram de um torneio interno de futebol. As partidas aconteceram simultaneamente nos quatro polos. Os times foram formados de acordo com a idade. Ao todo, foram realizadas 12 partidas.

Fonte: http://www.cuiaba.mt.gov.br

Deixe uma resposta